PUBTechSF@Vale do Silício 2018

Featured

Para finalizar a programação de 2018, realizaremos o PUBTechSF@Vale do Silício 2018, que acontecerá no dia 28 de novembro de 6 pm a 9 pm, no YouTube em San Bruno.

Confira a programação e inscreva-se aqui: https://pubtechsf-sv-2018.eventbrite.com

6:00 pm Chegada e inscrições
6.30 pm Boas vindas
6:35 pm Talks

    Ram Rajagopal, Stanford
    Engineering Decision Support Systems for Urban Infrastructure using Data Thinking

    Danielle Beckman, California National Primate Research Center (CNPRC)
    Como os macacos podem nos ajudar a entender sobre doenças neurológicas

7:15 pm Projeto de impacto social

    Dados para um Debate Democrático em Educação (D3e)
    Tássia de Souza Cruz, Escola de Políticas Públicas e Governo da Fundação Getulio Vargas (EPPG/FGV)

7:35 pm Networking
9:00 pm Conclusão

 

Save the Date | PUBTechSF @SV 2018

Danielle Beckman | PUBTechSF@Vale do Silício 2018

A Danielle Beckman é pesquisadora no California National Primate Research Center (CNPRC), em Davis, CA, e será uma das palestrantes no PUBTechSF@Vale do Silício 2018. Ela apresentará seu trabalho sobre “Como os macacos podem nos ajudar a entender sobre doenças neurológicas”.

Reserve seu lugar: https://pubtechsf-sv-2018.eventbrite.com

***

Como os macacos podem nos ajudar a entender sobre doenças neurológicas

Os primatas não humanos tem sido utilizados nas pesquisas biológicas por muitas décadas, devido ao alto grau de homologia genética e similaridades fisiológicas com o corpo humano. Isso faz com que a utilização desses animais, seja crucial para a pesquisa e desenvolvimento de vacinas e medicamentos em estudos clínicos. Por outro lado, esses animais não desenvolvem algumas doenças neurológicas que comumente afetam os seres humanos, como a doença de Alzheimer. O que torna o cérebro humano tão especial e tão vulnerável? E como podemos utilizar esses animais para entender melhor o funcionamento do nosso próprio cérebro? Essas e outras questões relacionadas ao uso de primatas em pesquisa, serão discutidas durante essa palestra.

 

Danielle é graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Santa Catarina, Mestre em Biofísica e Doutora em Química Biológica, ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é pesquisadora associada no California National Primate Research Center (CNPRC), na cidade de Davis, Califórnia. Os seus projetos atuais de pesquisa envolvem o desenvolvimento de modelos de doenças neurológicas em primatas não-humanos. As áreas de interesse atuais incluem: desenvolvimento e organização cortical em primatas, neuroinflamação, neuroanatomia comparativa e microscopia de alta resolução.

Tássia Cruz | Dados para um Debate Democrático em Educação (D3e)

A Tássia Cruz é professora da Escola de Políticas Públicas e Governo da Fundação Getulio Vargas (EPPG/FGV), e apresentará o projeto “Dados para um Debate Democrático em Educação (D3e)” no PUBTechSF@Vale do Silício 2018, que acontecerá no dia 28 de novembro de 2018.
Para participar, inscreva-se aqui: https://pubtechsf-sv-2018.eventbrite.com
Dados para um Debate Democrático em Educação (D3e)
O D3e é um grupo de pesquisadores associados ao Centro Lemann de Educação Brasileira da Universidade de Stanford, cujo objetivo é aproximar o conhecimento técnico e científico aos poderes executivos e legislativos brasileiros. Com este propósito, trabalhamos na elaboração de relatórios que consolidam o aprendizado sobre temas educacionais no Brasil e no mundo. Nossos relatórios são preparados por pesquisadores colaboradores. Além disso, disseminamos o conteúdo produzido entre educadores, gestores públicos, acadêmicos e sociedade civil, a fim de enriquecer o debate educacional. Para mais informações sobre esta iniciativa, acesse nosso site: http://d3e.com.br/. O primeiro relatório que publicamos está disponível no site.
Tássia Cruz é professora da Escola de Políticas Públicas e Governo da Fundação Getulio Vargas em Brasília-DF. Tássia possui PhD em Economia da Educação e mestrado em Economia pela Universidade de Stanford. É graduada em Ciências Econômicas pela PUC-Rio. Tássia foi gerente de projetos na Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República e consultora do Banco Mundial em Brasília. Trabalhou em parceria com diversas Secretarias de Educação para formar professores e supervisores escolares em métodos de observação em sala de aula e em avaliações de impacto de programas educacionais. É especialista em financiamento da educação e mercado de trabalho de professores no Brasil.