Projeto Realidade Aumentada: enriquecendo a experiência real com a virtual no museu

A base conceitual desta organização é a utilização da Realidade Aumentada para promover simulações realistas em locais de Patrimônio Cultural e museus históricos nos Estados Unidos e Brasil. Um número limitado de centros de pesquisa em todo o mundo tem dedicado tempo e recursos para a investigação deste campo fascinante. Este é o início de uma era em que a viagem no tempo, através de simulações de aprendizagem dramatizadas e aumentadas, se tornará tão comum como telefones inteligentes. Projetos como este já foram promovidos por instituições de investigação europeias em lugares como Pompeia, na Itália e vários museus na Holanda. No entanto, o trabalho desta natureza ainda tem que se tornar popular enriquecendo a aprendizagem em museus e outros locais de educação nos EUA.

 

 

Monica Sena-Boon

 

Em maio de 2013 Mônica Sena-Boon defendeu sua tese de doutorado em Tecnologia Educacional, na UH Manoa, sobre o tema da melhoria de seu próprio curso em Animação 3D (Maya) com uma estratégia de ciências da computação chamada Pair Programming. Ao mesmo tempo, ela desenvolveu um estudo piloto em Realidade Aumentada no planetário do Bishop Museum para simular a primeira viagem náutica da polinésia para o Havaí com a utilização do aplicativo móvel Star Walk. Ela já trabalhou para a indústria do entretenimento em Los Angeles por muitos anos: na Disney Feature Animation em efeitos especiais em 2D e 3D, para os filmes “O Corcunda de Notre Dame”, “Hércules” e “Tarzan”, para o diretor Steve Barron como a supervisora de animação de um vídeo da Natalie Cole, para Gene Young Effects como operadora de câmera de animação (Motion Control Camera) para o longa-metragem “Homem Digital” e “Milk”, “Apertem os cintos”, “BMW” e um “Budweiser” Super Bowl comercial. A diversidade de experiências de Mônica a motiva para usar uma combinação da criatividade encontrada na arte e animação com a tecnologia para chegar a novas formas de melhorar a experiência de aprendizagem. Mônica também ensinou no Sistema de Universidades do Havaí por três anos.

0 thoughts on “Projeto Realidade Aumentada: enriquecendo a experiência real com a virtual no museu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *