Pablo Damasceno | PUBTechSF@SF 2017

O que sabem as abelhas?

A fabricação de estruturas artificiais complexas – seja a de uma aeronave, robô, ou microchip – geralmente depende da manipulação cuidadosa de cada uma das peças constituintes do sistema, de modo a arranjá-los no padrão desejado. Esse modo de fabricação top-down, apesar de muito útil para a construção de materiais macroscópicos, é incompatível com a fabricação de estruturas na escala nanométrica, na qual a manipulação individual de componentes se torna inviável. Inspirado pela forma como auto-organização acontece na natureza, essa palestra discutirá como DNA pode ser usado como tijolos para a criação de ferramentas de precisão atômica, contribuindo para uma iminente revolução nos campos de microscopia, medicina e engenharia de materiais.

Pablo é graduado em Física (2005) pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e PhD em Física Aplicada pela Universidade de Michigan (2009). Atualmente é pós-doutorando na Universidade Califórnia em São Francisco estudando como usar DNA para criação de ferramentas na escala nanométrica. Seus interesses abrangem as áreas de sistemas complexos, termodinâmica e processos de auto-montagem em sistemas naturais e artificiais.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *