Paulo Monteiro | PUBTechSF@Berkeley 2017

O Prof. Paulo J.M. Monteiro, do Departamento de Engenharia Civil e de Meio Ambiente na Universidade da Califórnia em Berkeley será um dos palestrante no PUBTechSF@Berkeley 2017, que acontecerá no dia 13 de setembro de 2017 a partir de 6 pm no BIDS, UC Berkeley.

Para participar, inscreva-se aqui!

 

Visualização de materiais em alta resolução: da tomografia à nanotomografia

O nosso grupo de pesquisa tem utilizado o síncrotron para caracterizar e otimizar a micro e nano-estrutura de materiais de construção. Como a nossa missão mais recente é reduzir o impacto ambiental do concreto, esse material será enfatizado. Discutiremos como as imagens tomográficas tridimensionais têm dado um novo entendimento da estrutura complexa existente nos materiais compósitos e como esse entendimento pode ser utilizado para melhorar o desempenho quando utilizados em estruturas. A apresentação também irá descrever os novos avanços para obter imagens com raios-X tendo resolução espacial de 1 nm.

Paulo Monteiro é o Roy W. Carlson Distinguished Professor no Departamento de Engenharia Civil e de Meio Ambiente na U.C. Berkeley. Ele publicou mais de 250 artigos indexados e é o co-autor de um livro texto sobre concreto que é usado internacionalmente e foi traduzido para o japonês, português, chinês, grego, espanhol e persa. Pela sua pesquisa recebeu os seguintes prêmios: Premio Ari Torres, Brunauer Award (2 veze) e Wason Medal for Materials Research.

 

Save the Date | PUBTechSF@Berkeley 2017

Marque seu calendário!

A próxima edição do PUBTechSF acontecerá em Berkeley, no dia 13 de setembro de 2017.

E como sempre, teremos um happy hour PUB no pub, no dia 31 de agosto, no Beta Lounge, em Berkeley.

Confira a programação e reserve seu lugar!

PUB no pub no dia 31 de agosto
Happy hour a partir de 7 pm
Local:
 Beta Lounge
2129 Durant Ave Berkeley CA 94704
RSVP aqui

PUBTechSF@Berkeley no dia 13 de setembro
Local: BIDS, UC Berkeley
Para reservar seu lugar no PUBTechSF: https://pubtechsf-berkeley-2017.eventbrite.com

 

Save the Date | PUBTechSF @Berkeley2017

Pablo Damasceno | PUBTechSF@SF 2017

O que sabem as abelhas?

A fabricação de estruturas artificiais complexas – seja a de uma aeronave, robô, ou microchip – geralmente depende da manipulação cuidadosa de cada uma das peças constituintes do sistema, de modo a arranjá-los no padrão desejado. Esse modo de fabricação top-down, apesar de muito útil para a construção de materiais macroscópicos, é incompatível com a fabricação de estruturas na escala nanométrica, na qual a manipulação individual de componentes se torna inviável. Inspirado pela forma como auto-organização acontece na natureza, essa palestra discutirá como DNA pode ser usado como tijolos para a criação de ferramentas de precisão atômica, contribuindo para uma iminente revolução nos campos de microscopia, medicina e engenharia de materiais.

Pablo é graduado em Física (2005) pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e PhD em Física Aplicada pela Universidade de Michigan (2009). Atualmente é pós-doutorando na Universidade Califórnia em São Francisco estudando como usar DNA para criação de ferramentas na escala nanométrica. Seus interesses abrangem as áreas de sistemas complexos, termodinâmica e processos de auto-montagem em sistemas naturais e artificiais.

 

PUBTechSF @SF: dia 25 de maio de 2017 em SF

Não perca a 11a. edição do PUBTechSF, de volta a SF, será na sede do DocuSign no dia 25 de maio de 2017.

Confira a programação imperdível!

Inscrições em: https://pubtechsf-sf-2017.eventbrite.com

Daniela Thomazella, UC Berkeley
Biotecnologia: expandindo as possibilidades para o melhoramento de plantas

Pablo Damasceno, UCSF
O que sabem as abelhas? Meandros sobre a ciência da auto-montagem

Bárbara Born e Paula Louzano, Stanford
PED BRASIL: novas formas de formar professores no Brasil

 

Daniela Thomazella | PUBTechSF@SF 2017

A Daniela Thomazella é cientista e pós-doutoranda na UC Berkeley e será uma palestrante no PUBTechSF@SF 2017. O título da palestra da Daniela é “Biotecnologia: expandindo as possibilidades para o melhoramento de plantas”.

O PUBTechSF@SF2017 acontecerá no dia 25 de maio de 2017 em San Francisco.

Reserve seu lugar: https://pubtechsf-sf-2017.eventbrite.com

 

Biotecnologia: expandindo as possibilidades para o melhoramento de plantas
Microorganismos patogênicos ocasionam sérias perdas de produção em culturas de todo o mundo e podem ser considerados um dos problemas mais desafiadores da agricultura. O desenvolvimento de resistência a doenças baseado nos métodos clássicos de melhoramento de plantas através de cruzamentos é muitas vezes laborioso e pouco eficiente, dificultando assim, o melhoramento eficiente de muitas culturas agrícolas. Os avanços recentes da biotecnologia, em particular, o desenvolvimento de uma nova ferramenta para edição de genomas denominada CRISPR/Cas9, trouxeram alternativas aos métodos clássicos de melhoramento e têm o potencial de permitir uma produção suficiente e sustentável de alimentos. Meu trabalho de pós-doutorado tem como objetivo o desenvolvimento de resistência a doenças em importantes culturas agrícolas, como o tomate, o cacau e a mandioca. Nesta palestra, eu apresentarei os resultados obtidos na cultura do tomate. Nós utilizamos a tecnologia CRISPR/Cas9 para realizar pequenas alterações em regiões genômicas do tomate associadas à resistência a doenças e, em um período de apenas quatro meses, obtivemos plantas que apresentam amplo espectro de resistência a patógenos economicamente importantes, incluindo diferentes espécies de bactérias e fungos. No momento, estamos realizando caracterizações a nível molecular e metabólico destas variedades resistentes de tomate, e também avaliando a performance e resistência das variedades em campos experimentais na Flórida.

Daniela possui graduação em Ciências Biológicas (2005) e Doutorado em Genética e Biologia Molecular (2010) pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente, é Pew Latin American Fellow e realiza seu pós-doutorado na Universidade da Califórnia em Berkeley, junto ao grupo do Dr. Brian Staskawicz. Seu projeto de pesquisa envolve a caracterização e desenvolvimento de mecanismos de resistência a doenças em plantas de interesse agrícola, com enfoque nas culturas do tomate, cacau e mandioca.

Stephano Mello | PUBTechSF@Stanford 2017

O Stephano Mello é cientista na Stanford e será um palestrante no PUBTechSF@Stanford 2017. O título da palestra do Stephano é “Estudo do câncer na era genômica: desvendando os mistérios do gene p53”.

O PUBTechSF@Stanford 2017 será no dia 15 de março, no CERAS em Stanford.

Para reservar seu lugar, inscreva-se aqui!

Stephano Mello é cientista do Departamento de Radiação Oncológica da Universidade de Stanford desde 2010. Stephano obteve o seu Mestrado e Doutorado em Genética pela Universidade de São Paulo, onde ele estudou os efeitos de doses baixas de radiação ionizante em células humanas in vitro e em profissionais da saúde expostos à radiação. Nos últimos anos, Stephano tem utilizado uma variedade de técnicas genômicas para entender o papel do gene supressor de tumor p53 no desenvolvimento de câncer, gerando informação diretamente relevante para o desenvolvimento de novas estratégias para a detecção e tratamento do câncer.

 

Estudo do câncer na era genômica: desvendando os mistérios do gene p53
A genômica revolucionou a medicina moderna e a maneira como entendemos e tratamos câncer. Com o uso de novas ferramentas, estamos finalmente desvendando os segredos de um notável gene chamado p53. Conhecido como o “guardião do genoma”, sua função é nos proteger do câncer, evitando que erros se propaguem e ameacem a homeostase celular. O desenvolvimento do câncer raramente ocorre sem que existam mutações em p53, fato que demonstra a importância desse gene na supressão tumoral. Ao entrarmos na era do tratamento personalizado, p53 se encontra na vanguarda da terapia do câncer e o entendimento de sua função e dos mecanismos controlados por ele é essencial para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas.

Luciano Meira | PUBTechSF@ Stanford 2017

O PUBTechSF@Stanford 2017 acontecerá no dia 15 de março, no CERAS, em Stanford.

Nesse encontro, Luciano apresentará a palestra “Práticas inovadoras nos sistemas públicos de ensino no Brasil” – sua experiência como professor, pesquisador e empreendedor em inovação educacional no Brasil. Mais especificamente, Luciano falará sobre os ambientes de aprendizagem baseados em jogos digitais que ele tem ajudado a desenvolver na Joy Street (www.joystreet.com.br), uma empresa que co-fundou e onde atua como chefe de ciência e inovação.

Para reservar seu lugar, inscreva-se aqui!
Luciano Meira é Ph.D. em educação matemática pela University of California at Berkeley, mestre em psicologia cognitiva e bacharel em pedagogia. Atua como professor de psicologia na Universidade Federal de Pernambuco, no Mestrado em Design de Artefatos Digitais do C.E.S.A.R (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife), bolsista de pesquisa em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do CNPq e Coordenador de Ciência e Inovação da Joy Street, uma empresa de tecnologias educacionais lúdicas da qual é co-fundador no Porto Digital (Recife). Atualmente, Luciano também é professor visitante do Lemann Center de Empreendedorismo Educacional e Inovação, Stanford University.

Pedro Dantas | Se você construir, eles virão? Crowdfunding para educação pública no Brasil.

Se você construir, eles virão? Crowdfunding para educação pública no Brasil.

SomosProfessores.org, uma plataforma de crowdfunding para professores da rede pública, nasceu de duas inquietações: A primeira dizia respeito à falta de recursos, públicos ou privados, destinados exclusivamente ao apoio de professores inovadores. A segunda ao pouco reconhecimento social do trabalho dos melhores professores da rede pública de ensino. Hoje, após mais de 2 anos de experimentação, muito foi aprendido. É um prazer convidar todos da comunidade PUBTechSF para ouvir um pouco sobre os desafios enfrentados pela nossa equipe nessa período, e também nos ajudar a refletir sobre a sustentabilidade do nosso modelo.
Para conhecer mais sobre o projeto SomosProfessores.org, participe do PUBTechSF@Stanford 2017.
Pedro é licenciado em história pela UFPE e mestre em educação por Stanford. Em 2014 fundou a SomosProfessores.org, uma plataforma de crowdfunding para professores da rede pública, e em 2016 foi contratado como Research Associate do Lemann Center de Stanford, onde atualmente trabalha avaliando políticas públicas em parceria com os estados de Pernambuco e do Ceará.

PUB no pub e PUBTechSF @Stanford @2017

O próximo encontro do PUBTechSF será em Stanford no dia 15 de março de 2017, a partir de 18h. Reserve já o seu lugar: https://pubtechsf-stanford-2017.eventbrite.com

E para quem já quiser se encontrar, o primeiro PUB no pub de 2017 será um happy hour no Dutch Goose, em Menlo Park, no dia 9 de março a partir de 6:30 PM.  Participe para saber mais sobre o PUBTechSF, encontrar a comunidade e/ou participar da organização de reuniões futuras!

9 de Março 2017, 6:30 PM no Dutch Goose, 3567 Alameda de las Pulgas, Menlo Park, CA 94025

Confirme sua presença no PUB no pub@Stanford 2017: https://goo.gl/forms/uidjLirjdzs4MZ0n2